CursosGestão de PessoasLiderança Estratégica: Transforme uma soft skill em resultados - Sias

3 de março de 2021by Jacqueline Rezende0

Ter uma liderança estratégica é a arte de transformar uma habilidade em resultados. Descubra como ser um líder estratégico na sua organização.

liderança estratégica

O que faz um líder com visão estratégica?

Afinal, essa é a principal pergunta que temos em mente quando contratamos um profissional ou quando promovemos um profissional a um cargo de liderança. Até quando assumimos essa posição em uma corporação, seja do 1º, 2º ou 3º setor.

Fato é: todos os profissionais que estão dentro de um processo de liderança devem compreender que um líder estratégico gera resultados. Pelo contrário, estamos à margem da visão corporativa de sucesso.

Em princípio, a definição de liderança (ao meu ver) é a arte de influenciar positivamente as pessoas gerando o máximo de participação com o mínimo de objeção e resultados baseados em efetividade. Assim, servindo de forma clara, objetiva e segura, fortalecendo e desenvolvimento times de sucesso.

Existem vários perfis de liderança e estilos diferentes. Na prática, precisamos sempre levar em consideração:

  • o clima organizacional;
  • a definição e perpetuação da cultura;
  • o estímulo das pessoas;
  • a inteligência emocional;
  • a definição e o monitoramento de metas;
  • todos os resultados almejados, ou seja, o propósito.

Isso está claro para você? Como tem se preparado para isso? Tem clareza sobre dados quantitativos e qualitativos? Possui a capacidade de gerir uma equipe que seja participativa e produza como um time sistêmico?

 

Como um líder estratégico deve agir?

É preciso nesse mundo VUCA (volátil, incerto, complexo e ambíguo) buscar o impacto desta liderança nas estratégias onde excelência é muito mais do que um estilo, do que um perfil, é ter consciência do que você sabe e o que aplica e desenvolve com o que você sabe, é literalmente ação.

A liderança hoje de forma estratégica está voltada para um perfil de visão articulado, expandindo a visão multidisciplinar e entendendo que o líder trabalha para a equipe. Enquanto, a equipe gera resultados para a organização.

O servir se tornou uma obrigação na conduta da inteligência emocional, no trato com a equipe e a análise crítica de resultados alcançados ou não. Hoje contratamos pelo curriculum e demitidos pelo comportamento. Desse modo, não adianta mais ser a referência técnica quando se migra ou se assume um cargo de liderança.

O ambiente de negócios está em constante mudança e um líder deve estar pronto para ser proativo e preventivo. Portanto, ele deve deixar de lado algumas características comuns como: ser reativo e paliativo. Pois, é fundamental entregar junto ao seu time os melhores resultados de lucratividade, perenidade e sustentabilidade.

 

Liderança estratégica na prática

Nas discussões em sala de aula e em reuniões estratégicas, analisei cerca de duzentos líderes. Em seguida, levantamos alguns comportamentos (soft skills) chave para o alcance dos resultados de uma liderança estratégica.

Em suma, os principais são:

  1. Comportamento positivo e exemplar;
  2. Capacidade de treinamento intensivo;
  3. Mentoria e desenvolvimento contínuo;
  4. Autoconfiança;
  5. Confiança no time;

Dessa forma, o líder desenvolve um processo de delegação e empowerment forte, onde a transferência de responsabilidade seja parte de um desenvolvimento contínuo.

Por consequência, um líder estratégico deve incentivar as pessoas a assumir riscos e monitorá-los. Gerenciando em etapas claras todos os processos. Como:

  • Reskilling (recapacitação constante);
  • Visão e aprendizado tecnológico;
  • Resiliência;
  • Prototipagem e co-criação;
  • Adaptabilidade;
  • Construção de processos abertos a atualizações de mercado.

Além disso, fortalecer a comunicação de forma aberta é essencial. Assim, trazendo a cultura da troca como alicerce de sucesso e entendimento das potencialidades de cada um oferecendo um feedback sobre comportamento e resultados e não sobre personalidades apenas.

Então, grandes líderes descobrem o que é universal. Descobrem que seu trabalho é conduzir pessoas em direção à um futuro melhor e eles só são capazes de obter sucesso quando colocam de lado o ego, as diferenças de sexo, idade, etnia, nacionalidade, política, religião e personalidade. Desta forma, celebrando em cada um o talento específico que este profissional possui.

 

O sucesso da liderança estratégica

Líderes estratégicos só terão sucesso se forem capazes de identificar esses talentos, observando as fraquezas e potencializando as qualidades e virtudes, enaltecendo as pessoas e mostrando a cada um deles os seus pontos fortes, os seus gatilhos de estímulo e o estilo de aprendizagem de cada um. Decerto, é assim que formamos visões estratégicas de sucesso.

Inegavelmente, grandes gestores não tentam mudar o estilo de uma pessoa. Pois, sabem que as pessoas são diferentes no modo de pensar, em como constroem relacionamentos, na maneira de colaborar, na capacidade de absorção de informações e na forma de lidar com mudanças. Sendo assim, não adianta querer uma receita pronta, é preciso criar, aprender e desaprender, para aprender novamente.

Entretanto, esses aprendizados não estão em livros. Também não estão em sala de aula. Só aprendemos nos erros, na vivência, nos acertos, nas conquistas e na experiência de sermos líderes estratégicos com perfil de eterno aprendiz.

Por fim, onde a estratégia está? No planejamento, claro! Na atuação dos pontos acima tratados. Na concepção de que a liderança não é um cargo. É uma competência. É uma soft skill. Certamente, é acima de tudo um forte aliado na condução da sua vida, do seu negócio, sua carreira.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
1
Olá 👋
Podemos te ajudar?